pixecode

Uma nova tendência em banheiros e cozinhas

Criar um novo banheiro ou uma cozinha funcional, geralmente nos remete à ideia de grandes obras, transtornos e, principalmente, custos exagerados. Entre tantas razões, deixamos de ampliar um ambiente. Mas este conceito está mudando. Chega ao Brasil uma nova tendência em trituradores e bombas sanitárias, que permitem a concepção de banheiros ou cozinhas em diferentes locais do imóvel, com redução de custos de material e mão de obra. Além de ter a instalação concluída em menos de 24 horas.

Geralmente, a concepção de um banheiro adicional se torna inviável, porque exige uma evacuação do esgoto gravitacional. Em edifícios antigos, por exemplo, as normas do condomínio não autorizam modificações no teto para a passagem das tubulações. Ou a distância entre uma sala e o ponto de esgoto é tão longe, impedindo ter a inclinação gravitacional de 3%. Sem contar com as restrições os horários de execução da obra, em respeito às normas internas.

E há inúmeros entraves, tais como: perfurações no piso, considerando uma extensa metragem para alcançar o ramal de esgoto, fator muito custoso e que altera a estrutura da casa; trocar um piso antigo que gostamos por um outro; transtornos que duram semanas para concluir todo o ambiente; e elevações no piso para instalar o ramal de esgoto, alterando a estética. Enfim, consequências que fazem o usuário desistir de um novo projeto.

Já está disponível, no mercado nacional, opções que superam todos esses problemas, facilitando a instalação de banheiros, cozinhas ou lavabos em menos de 24 horas. Chega ao Brasil o conceito de trituração e bombeamento sanitário, com produtos capazes de converter um closet em um banheiro completo. Um dormitório pode se transformar em suite, assim como aquele espaço disponível sob a escada dá lugar a um prático lavabo. Com custo muito mais acessível.

Comparando-se os orçamentos, um projeto de reforma completo custa em torno de R$ 1.500,00 o metro quadrado. Ou seja, R$ 5.000,00 para um espaço de 4 metros quadrados. Com os sistemas de trituração e bombeamento sanitários, o valor total de um novo lavabo atinge R$ 2.500,00, com as tubulações de PVC para água fria e esgoto; uma torneira, uma tomada elétrica com fio e mão de obra. De acordo com Xavier Desrrouseaux, diretor da SFA Brasil, empresa especializada em trituradores e bombas sanitários, o sistema é extremamente econômico, e torna possível a instalação de um banheiro ou cozinha em locais que anteriormente seria impossível: “A ampliação do imóvel, com um novo lavabo ou banheiro, aumenta o seu valor patrimonial, além de otimizar o conforto do imóvel”.

No que consiste o sistema

Bombas e trituradores sanitários permitem a instalação de banheiros em locais sem saída para esgoto ou abaixo da rede de esgoto. Uma tecnologia que elimina a necessidade de escavações, perfurações e reformas, sendo uma solução rápida, econômica e discreta para eliminar águas residuais.

Seu conceito é simples, com sensível redução no tempo de mão de obra e nos custos de materiais de construção, o que ganhou a aceitação de consumidores finais e profissionais da construção civil dos Estados Unidos, Canadá, Europa, Japão, Austrália e na China. Sua instalação exige mínimo esforço e dispensa os sistemas hidráulicos ou esgotos gravitacionais. Uma solução que tornou possível a instalação de um banheiro ou cozinha completos, em locais desaproveitados, como loft, closet, subsolos e até sob escadas. Locais onde uma saída de esgoto não foi projetada, mas que pode se transformar num ambiente prático e, principalmente, de funcionamento simples e totalmente sustentável, agregando valor ao imóvel.

Bombas e trituradores sanitários são eficientes e representam uma inovadora tecnologia aplicável em reformas e retrofits. Porém, não substitui os sistemas convencionais, visando suprir necessidades imediatas, como a construção de banheiros ou cozinhas onde seria impossível sua concepção com os sistemas hidráulicos convencionais. É uma solução essencial para edificações preservadas pelo patrimônio histórico, para ampliação de escritórios ou a transformação de closet e sótãos.

Bombas e trituradores sanitários

kitchen-1542971-640x480

 

Como funciona

São compostos por lâminas de trituração, que processam a massa orgânica, incluindo resíduos de papel higiênico, por intermédio de uma bomba que impulsiona as águas residuais por meio de pequenos tubos PVC de 32 mm até o ramal principal do esgoto. O sistema é eficiente com até 5 metros verticais e 100 metros horizontais. Pode ser instalado em apenas um dia, dependendo da configuração do ambiente. A aplicação de bombas e trituradores sanitários atende diretamente à sustentabilidade do projeto. Geram menos desperdício de materiais, permitindo a instalação de um novo banheiro em diferentes áreas, eliminando qualquer transtorno com reformas, cortes e rupturas em paredes e pisos, mudanças nas instalações ou alterações na planta original, escavações e perfurações. A instalação completa pode ser concluída em menos de 24 horas.

A instalação – É necessária a instalação com fácil acesso ao produto, para que seja possível o acesso fácil ao respectivo controle e manutenção. Para otimizar o desenvolvimento técnico do aparelho, buscando maior redução de ruídos, é importante:

– Instalar o reservatório distante das paredes;

– Colocar o aparelho sobre um piso o mais plano possível;

– Instalar os pés de antivibração, que acompanham o aparelho.

Benefícios

– Praticidade: o sistema gera total liberdade para instalar um vaso sanitário ou um banheiro completo, abaixo ou distante do ramal principal de esgoto.

– Economia: trata-se de um equipamento com baixo custo de instalação, em comparação ao método tradicional de instalação de um novo banheiro, porque evita reformas no piso ou parede, e dispensa o prolongamento do ramal de esgoto com escavação.

– Silencioso: seu nível de ruído é inferior a 56 decibéis, sendo quase imperceptível.

– Sem odores: Inclui um filtro carvão ativado.

– Alta qualidade: tem a garantia de uma empresa francesa, com mais de 55 anos de experiência e que respeita rigorosas normas internacionais de qualidade.

As conexões

– O aparelho deve ser instalado no mesmo local onde ficará o vaso sanitário ou, no máximo, a 15 cm deste.

– Fazer a seção vertical do percurso de saída, com um tubo de 32 mm, e instalá-lo o mais perto possível do aparelho (máximo de 30 cm). Se posteriormente for necessário um percurso horizontal, este deverá ser feito com um tubo de 40 mm, sempre com uma inclinação de 1% até o tubo de descarga geral.

– Se a saída necessitar apenas de um percurso horizontal, este pode ser feito com um tubo de 32 mm, sempre com uma inclinação de 1% até o tubo de descarga geral.

– Colocar o aparelho de forma que a ligação à corrente elétrica seja acessível.

– Ligar o aparelho a uma tomada aterrada (Classe I0 e protege-lo com um disjuntor diferencial de alta sensibilidade (30 mA) e um automático de 20A.

Utilização e manutenção – Bombas e trituradores sanitários não necessitam de manutenção, mas é recomendável seguir alguns critérios básicos:

– Não colocar corpos estranhos dentro do vaso sanitário, como algodão, guardanapos, absorventes higiênicos, objetos de metal, madeira, plástico, líquidos solventes, óleos etc.bathroom-1466704-1280x960

– Em caso de ausência prolongada, dar duas descargas de água limpa e fechar a entrada de água.

A aplicação – São ideais para aplicações residenciais, como banheiros em dormitórios, áreas de serviço, lavanderias em subsolo, loft ou em reformas e retrofit mais ousados, como instalações de vaso sanitário em salas ou quarto para hóspedes ou transformar dormitórios em suítes. Em projetos comerciais, como instalação de banheiros ou cozinhas em locais que exigem instalações imediatas, como hotéis, restaurantes, shoppings, quiosques de alimentação em geral, academias, escritórios e salas de reuniões, ou em construções modulares, como containers e casas pré-fabricadas.

Fonte: Segs