pixecode

Gestão de projetos ajuda a reduzir problemas e permite ganho de produtividade

shell-699945_1280As construtoras já descobriram que, quando aplicadas às obras, as metodologias da Gestão de Projetos ajudam a reduzir o número de problemas construtivos e ainda permitem ganhos de produtividade e qualidade. Assim, o que antes parecia restrito ao universo dos escritórios ganhou terreno nos canteiros de obras: hoje, os gestores de projetos estão presentes em todas as etapas do processo, da concepção à entrega do empreendimento. Maior integração dos processos e redução do tempo, do custo geral das obras e da probabilidade de erros são pontos positivos apontados por gestores.

No momento em que o Brasil passa por um cenário econômico instável, é importante que haja uma maior cautela com a elaboração e execução de projetos, para evitar erros e gastos extras, já que diante do mercado desaquecido, a margem de lucro das empresas está cada vez menor. “Com uma crise é natural que os gestores analisem de forma diferente o seu negócio e saiam em busca de novas alternativas para um melhor desempenho, pois muitas vezes certos processos internos se perdem por conta da rotina. Diante desse cenário, oferecemos um monitoramento de alta performance e baixo custo, justamente para auxiliar as construtoras e incorporadoras para que tais processos sejam desenvolvidos dentro do planejado e não saiam do controle da empresa, tornando-se cada dia mais essencial dentro das companhias”, afirma Guilherme Gonçalves, gestor de projetos e um dos sócios da Pro Gerenciamento.

Embora as grandes empresas estejam na linha de frente da incorporação dos gestores de projetos, construtoras de todos os portes e até mesmo o consumidor final estão aderindo às metodologias, uma vez que, como afirma o engenheiro civil Marco Túlio Motta, também sócio da Pro Gerenciamento, com relatórios diferenciados, elas são totalmente aplicáveis a todos os tipos de clientes. “Todo empreendimento necessita ser controlado financeiramente e ter o prazo bem definido. Também o escopo técnico precisa ser gerenciado; os contratos, elaborados; os recursos humanos, medidos e comparados com a necessidade do empreendimento. Para que isso seja entendido facilmente, é necessário aplicar uma leitura diferenciada, deixando os relatórios mais claros e objetivos”, comenta Marco Túlio.

De acordo com ele, o gerenciamento de projeto pode ser adotado em diferentes tipos de empresas ou obras – construções residenciais, grandes edificações, plantas industriais etc. “No entanto, é importante ressaltar que o nível de controle de um projeto deve respeitar o tamanho da obra”, ressalta o engenheiro. Todos os tipos de obra de construção civil, tanto as pesadas de infraestrutura quanto as prediais de menor porte, podem ser monitoradas a partir de qualquer estágio. “Claro que o ideal é que o trabalho seja realizado no início para termos uma perspectiva melhor. Quando pegamos uma obra já em andamento, nosso primeiro passo é analisar tudo que já foi concluído. O passo seguinte é iniciar o relatório a partir daquele ponto da obra”, frisa Marco Túlio. Ele acrescenta que a periodicidade do monitoramento e a apresentação de relatórios variam de acordo com cada obra.

Software e aplicativo

As novas tecnologias são boas aliadas na hora do desenvolvimento de uma solução. A Pro Gerenciamento utiliza algumas ferramentas que beneficiam os clientes depois da contratação dos serviços. Com a Área de Acesso do Cliente, disponível via web ou aplicativo Pro Gerenciamento para dispositivos móveis, o cliente pode visualizar todos os relatórios de evolução do empreendimento e acompanhar o projeto de qualquer lugar e a qualquer momento.

Importância da cultura organizacional

Toda empresa precisa ter um bom nível de organização e padronização. Com isso, a palavra “gestão” exerce uma grande contribuição nesse papel. A presença da gestão de projetos na construção faz com que o empreendimento tenha uma redução tanto nos custos, quanto no tempo gasto para ser finalizado.
Com isso, todo o processo é otimizado para que a equipe produza e execute seus planos da melhor maneira possível, diminuindo assim a probabilidade de erros.

As empresas, ao investir em gestão de projetos, devem ter consciência da necessidade de análise e adaptação das novas atividades a serem propostas a partir dos projetos e planos estabelecidos. As mudanças que ocorrem em todos os setores da empresa têm uma relação muito grande com o dinamismo com que projetos são gerenciados. “O monitoramento da obra proporciona maior controle dos gastos e, por ser realizado de forma contínua, permite ao engenheiro empregar soluções antes que os problemas impactem no cronograma ou orçamento do empreendimento. Aquela máxima das obras custarem mais do que o previsto ainda é algo muito latente no setor devido à ineficiência do planejamento de gastos e pela mudança do plano. Tudo é uma questão de apresentar o histórico de execução do projeto atrelado ao planejamento”, destaca Guilherme.
Da Redação, original R7.

Fonte: Obra24h