pixecode

Consórcio ou Financiamento: qual a melhor opção para comprar um imóvel?

Captura-de-Tela-2016-03-02Conquistar a casa própria, sair do aluguel, ter condições de deixar um patrimônio para a família entre muitos outros motivos, sempre levou o brasileiro a correr atrás deste sonho. Nós sabemos que muitas vezes é difícil comprar um imóvel à vista, ainda mais se tratando do primeiro imóvel. Para facilitar também existe o programa Minha Casa, Minha Vida, iniciativa do governo para contribuir para o acesso à moradia para pessoas de baixa renda, com ganhos de até R$5 mil reais mensais.

No entanto, para adquirir este bem tão precioso e valioso para a família sem o investimento total, nós temos à disposição o consórcio e o financiamento imobiliário. Para decidir, é preciso entender muito bem a diferença entre o consórcio e o financiamento. Por isso, hoje vamos falar sobre os pontos positivos e negativos de cada um deles — assim fica mais fácil entender e decidir qual queria a melhor escolha a ser feita.

Entenda como funciona o consórcio e quem pode optar por esta modalidade

O perfil de quem opta por esta modalidade é o de quem não tem pressa para obter o imóvel, geralmente pessoas que gostam de poupar e não pagar muitos juros. Os valores pagos referentes às taxas variam de acordo com a administradora do próprio consórcio.

É formado por um grupo de pessoas que também desejam comprar um imóvel, este grupo será criado e administrado pela empresa de consórcio. Todas as pessoas participantes deste grupo pagarão uma mensalidade e da somatória arrecadada por todo o grupo é que sai o valor para os contemplados por lances ou sorteios.

Pontos positivos

A pessoa contemplada recebe o montante do valor acordado e pode comprar o imóvel a vista, conseguindo muitas vezes um desconto por isso e sem ter pagado juros, já que o que pagou foram somente as taxas administrativas. Outro ponto positivo é que muitas vezes as parcelas podem ser menores do que a do financiamento.

Pontos negativos

O prazo de contemplação é longo, muitas vezes podendo chegar a dez anos de espera. As parcelas podem sofrer reajustes, aumentando de valor, e o padrão de imóvel que se deseja também pode mudar ao longo de dez anos.

Financiamento pode ser a versão mais rápida para efetivar uma compra

Uma boa opção para quem tem pressa em comprar o imóvel, basta apresentar a documentação necessária para o banco que financiará o imóvel — será analisado o perfil econômico do cliente, pois com isso o banco consegue informar quanto poderá ser disponibilizado ao cliente e o mesmo poderá solicitar a carta de crédito. Com esta carta fica mais fácil procurar um imóvel, já que você consegue saber quanto poderá ter financiado pelo banco e quanto de recursos próprios irá precisar para comprar o imóvel que deseja.

Para quem pretender participar do programa Minha Casa, Minha Vida, existem 3 situações diferentes, de acordo com a sua renda mensal, onde o programa irá financiar desde parte da entrada solicitada pela construtora, parte ou até mesmo subsidiar o financiamento em até 96%. Para saber qual é o tipo de apoio que o governo pode fornecer, recomendamos que você leia o nosso texto sobre 11 dúvidas comuns sobre o Minha Casa, Minha Vida.

Porém, se a renda familiar for superior ao permitido pelo programa, a opção do financiamento em uma instituição financeira deve ser avaliada. Confira abaixo os pontos positivos e negativos.

Pontos positivos

Estipular o período de compra do imóvel, saber quando ele estará disponível e se programar para a compra. Além disso, é possível o financiamento 100% do imóvel — existem duas tabelas para o financiamento, a tabela PRICE, que corresponde a prestações iguais do início ao fim, e a tabela SAC, que possui tabela decrescente (importante verificar isso diretamente com o banco).

Pontos negativos

A maioria dos bancos exige que o cliente tenha pelo menos 20% do valor de entrada do imóvel e existe, mesmo que baixa, uma cobrança de juros dentro do financiamento.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as formas de comprar um imóvel sem ter todo o valor à vista, é só entender qual situação é a melhor para você.