Brinquedoteca: onde as crianças se divertem em segurança

playground-691129_1280As crianças são mini condôminos. Pais vêem em um condomínio uma segurança maior para criar seus filhos, principalmente em grandes cidades. Na hora da escolha de um apartamento, aqueles que possuem mais áreas de lazer, como playground ou brinquedotecas, ganham a atenção dos novos moradores, já que não precisam ir muito longe para divertir os pequenos.

Se o seu condomínio não possui uma brinquedoteca, é possível adaptar uma aos espaços comuns não utilizados. No dia a dia, com uma rotina escolar, alguns podem achar que não é necessário, mas nas férias a falta de um espaço para crianças pode trazer incômodos, pois elas acabam brincando pelos corredores, apertando campainhas e mexendo nos jardins. Quando é um condomínio grande, de várias torres, este espaço com certeza não será esquecido.

A brinquedoteca é ainda uma ótima saída para os dias de chuva ou muito frio, quando fica difícil brincar fora de casa. A ideia do espaço é ser acolhedor e uma alternativa a quem prefere ficar seguro dentro do condomínio, então não se preocupe se achar que o ambiente é pequeno demais, qualquer sala é válida para se divertir de um jeito mais aconchegante. Também é interessante que as mães e pais donos/as de casa, que não trabalham, se organizem para ajudar a cuidar do espaço e da criançada.

Para a mobília da sala escolha móveis com cantos arredondados, ou adapte os existentes com apetrechos especializados. Os móveis mais resistentes são os de MDF e madeira maciça, pois não soltam farpas. Evite muitos vidros na sala, mas lembre-se de que o lugar deve ser arejado. Se fizer uma obra para a reforma, coloque as janelas em uma altura em que as crianças não tenham alcance. No piso, você pode usar tapetes de borracha ou E.V.A., e para fazer um ambiente divertido pode pintar a parede de várias cores e colocar pufes e poltronas em vez de cadeiras para os acompanhantes.

Pense na setorização do espaço. Pesquise a faixa etária das crianças do condomínio para organizar melhor cada canto, como uma área com vídeo-games e tv, uma com brinquedos grandes, como piscina de bolinhas, mesas para colorir e um espaço mais livre para demais brincadeiras. A idade recomendada de uso da brinquedoteca é de até 12 anos.

Opte por brinquedos pedagógicos que estimulem a criatividade e desenvolvimento motor das crianças, e na compra de novos produtos, verifique o certificado do Inmetro. Não rotule brinquedos para meninos e para meninas, todos podem brincar com tudo o que há disponível, o objetivo é que as crianças socializem sem qualquer obstrução. Brinquedos para crianças de idade inferior a 6 anos e/ou que possuem peças pequenas devem ser colocados em uma altura fora de seu alcance.

Tudo isso deve ser discutido na assembleia com a maior atenção de todos, na pesquisa para a novas aquisições no espaço, peça doações de livros, brinquedos e móveis. Algumas sugestões de brinquedos a serem colocados são bonecos (as), carrinhos, fantoches, bichos de pelúcia, ferramentas, jogos de tabuleiro e itens de papelaria. Também é legal pintar uma parede com tinta-lousa, para que as crianças se expressem desenhando com giz.

Caso seja decidido o uso de tablets, smartphones e aparelhos eletrônicos, pense se o sinal de internet do condomínio chega até a área e também em uma tv a cabo com programação infantil. Se possível, escolha uma sala longe de saídas externas (portões/halls de entrada) e considere pesquisar se no seu condomínio há algum morador que seja arquiteto ou designer de interiores que possam ajudar na elaboração do espaço.

Fonte: http://blog.brcondos.com.br/brinquedoteca-onde-as-criancas-se-divertem-em-seguranca/